Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

Photo Finish: Das corridas de cavalo para as raias de remo


O sistema de photo finish foi criado há mais de setenta anos por uma empresa americana para aferir as chegadas de corridas de cavalo, aliás os primeiros registros de câmeras fotográficas utilizados com esta função é de 1890. A tecnologia de vanguarda para a época, produzia com clareza imagens preto e branco das chegadas das corridas. Com o passar do tempo, as corridas motorizadas e o atletismo aderiram ao sistema que foi pela primeira vez utilizado em Olimpídas na edição de 1948, em Londres. A primeira tentativa de utilização foi em Los Angeles em 1932, mas os organizadores preferiram não arriscar, tamanha era a novidade.



Décadas mais tarde, o sistema integrado de largada e chegada seria introduzido pela World Rowing em regatas internacionais. As duas bóias vermelhas precisamente de cada lado na linha de chegada foi até introduzido no Rules of Racing da entidade, as duas referências são utilizadas pelo sistema integrado de chegada e largada que comumente chamamos de Photo Finish. Mas a tecnologia utilizada não para por aí.

"A operação de cronometragem eletrônica automatiza a gestão de resultados e auxilia a arbitragem na determinação da linha de chegada. Os resultados são processados instantaneamente e após a validação da Arbitragem são divulgados ao público da competição. O Photofinish captura até 2000 fotos por segundo da linha de chegada determinando com muita precisão a passagem dos barcos. Ele consegue determinar a diferença de 3 casas decimais, determinando precisamente os tempos dos competidores e revelando os melhores índices dos atletas na temporada, auxiliando a equipe técnica no acompanhamento do rendimento dos atletas", explica o especialista Daniel Reis.



Mas a tecniclogia de photo finish não se limita apenas a chegada, no auxílio a arbitragem, o sistema é integrado com a largada usando o sistema de luzes e som, que também pode obter o partidor automático de barcos que evita partidas em falso, como os uitilizados nos Mundias e Copa do Mundo da World Rowing. No Brasil, durante a temporada 2022, no CBI de barcos curtos e longos, foi utilizado o sistema de largada com a sonorização para a arbitragem e o sistema de luzes , que possibilita aos atletas viverem a mesma experiência tecnológica e precisão que são utilizadas em campeonatos Internacionais de Remo.



Dessa maneira, os atletas que participam dos Campeonatos Brasileiros promovidos pela CBR, podem ter a mesma experiência que nos campeonatos mundias, sabendo que os resultados serão ágeis, precisos e confiáveis. Além da ordem dos barcos na linha de chegada, o sistema de Photo Finish cronometra o tempo final dos barcos. Para a equipe de arbitragem, contar com o sistema de largada e chegada é um facilitador, adicionando qualidade e precisão aos trabalhos do Júri.



A empresa Realtime, do especialista Daniel Reis, vem desenvolvendo um trabalho em parceria com a CBR durante os campeonatos nacionais e atua com cronometragem eletrônica desde 2015 com competições de Remo Olímpico, Canoagem Slalom, Canoagem Velocidade e Canoa Havaiana. Desenvolveu tecnologia nacional para viabilizar as soluções necessárias para o esporte das Américas, elevando o nível técnico das competições nacionais e internacionais no continente.

Durante a temporada de 2022, a CBR e a Realtime ainda trabalharam o Sul-americano de Remo, o Campeonato Brasileiro de Barcos Curtos e o Desafio das Águas - Brasileiro de Barcos Longos e Canoagem Velocidade. Foi a empresa tambem que atuou nos Jogos da Odesur deste ano, no Paraguai . Em parceria com a CBR a Realtime viabilizou a cronometragem para as provas do Brasileiro Máster.

Campeonato Brasileiro Máster define seus campeões! Veja os resultados de hoje!

O Campeonato Brasileiro Máster chegou ao fim neste domingo (20) na Lagoa Rodrigo de Freitas. Foram 20 provas no programa de hoje. Seguindo a tradição da categoria, todas os barcos que competiram hoje foram mistos, ou seja, 50% da guarnição era composta por cada gênero: masculino e feminino.



Destaque para o Remo Brasília, campeão geral deste Campeonato. O técnico Célio Dias Amorim, além de treinar sua equipe campeã, também competiu e ganhou o double skiff misto (2x), categoria D, ao lado de Maria de Lourdes Proença.

No dia hoje, o atleta do Clube de Remo Rio de Janeiro, segundo colocado geral do Brasileiro de Máster, Oswaldo Kuster foi o remador que mais competiu. Igualado apenas por sua companheira de equipe, barco e pódio , Kelly Banholi, foram cinco provas!



Quem também deu show na Lagoa Rodrigo de Freitas, para os espectadores do evento, foi o quatro sem timoneiro (4-) que competiu durante a primeira Copa Latina de 1976. A equipe formada por Raul Bagattini, Guilherme Campos, Marcelo Collin e Érico de Souza se reuniu mais uma vez para se apresentar durante este Brasileiro de Remo.



O Campeonato Brasileiro de Máster se despede de 2022 com 107 medalhas de ouro conquistadas pelos mais 200 atletas que participaram do evento. O programa mais vasto e intenso do calendário do remo brasileiro vai deixar saudades, mas ano que vem tem mais!
ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
Download this file (RL_88_107O.pdf)Resultados 20/11

Último dia do Campeonato Brasileiro Máster celebra quatro sem timoneiro da Copa Latina de 1976


Um quatro sem timoneiro masculino (4- M) para lá de especial voltou à Lagoa Rodrigo de Freitas na manhã deste domingo (20) na celebração do remo que é o Campeonato Brasileiro Máster.



Formado originalmente para disputar a primeira Copa Latina realizada em 1976 na Lagoa Rodrigo de Freitas, os atletas Raul Bagattini (voga), Guilherme Campos (sota voga), Marcelo Collin (sota prôa) e Erico Vicente (prôa) voltaram a se encontrar para se apresentar neste Brasileiro de Remo e emocionaram os espectadores do evento.



Raul Bagattini representante do país em Olimpíadas e Campeão Panamericano de remo abre a escalação da guarnição que ainda conta com Marcelo Collin e Guilherme Campos Multi-Campeões Sul Americanos e fechando com chave de ouro , a prôa do barco comandada por Érico Vicente, Bi-Campeão Panamericano de remo, companheiro de dois sem timoneiro (2-) de Bagattini em Jogos Olímpicos e pódio panamericano.

Quatro sem timoneiro de muita categoria!
 

Segundo dia do Campeonato Brasileiro Máster! Confira os resultados!


Quarenta e uma medalhas de ouro foram conquistadas hoje pelos remadores participantes do Campeonato Brasileiro de Remo Máster, realizado na Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro. Chegadas apertadas em provas que levaram os espectadores ao delírio!



O atleta Odilon Maia Martins, único remador da categoria M do mundo, foi homenageado pela presidente Magali Moreira e levou para casa duas medalhas de ouro nas provas do single skiff masculino (1XM), catagoria M e no double skiff masculino (2XM), categoria J.



Destaque para a participação dos remadores da Amares, do Espírito Santo, Luciano Rezende, ex prefeito da cidade de Vitória e o campeão Panamericano de 1975, Gilberto Gerhardt. O atleta que mais competiu no segundo dia de finais deste campeonato foi Marcelo Dalpiaz Payeras , do Vasco da Gama, atingindo a marca de seis provas!



No feminino, a Presidente da Federação de Brasilia, Lilia de Oliveira, remou três provas, uma delas ao lado da remadora mais experiente do CBI de Barcos Longos, realizado na Lagoa Rodrigo de Freitas no final do mês de outubro, Maria de Lourdes Proença, no double skiff feminino (2XF), categoria D. As atletas competiram pelo Remo Brasília do treinador Célio Dias Amorim, que também compete neste Brasileiro.



Amanhã é o último dia de finais deste Campeonato Brasileiro de Remo e 20 provas fazem parte do programa. Segundo a tradição da categoria Máster, todas as provas disputadas serão mistas, ou seja, as equipes são compostas por 50% de atletas do gênero masculino e a outra metade do gênero feminino.

Não percam neste domingo (20) o último dia do Campeonato Brasileiro de Remo Máster, realizado na lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro, a partir das 9 horas!!!
 

Primeiro dia de Campeonato Brasileiro Máster, confira os resultados!


Quarenta e seis provas , quarenta e seis medalhas de ouro! Quase 100 atletas de dezoito clubes marcaram o primeiro dia do Campeonato Brasileiro de Remo Máster, realizado na Lagoa Rodrigo de Freitas. Provas disputadíssimas com direito a photo finish e muita emoção por parte dos remadores e espectadores do evento.



Na primeira provas do dia, o four skiff masculino (4xM), categoria D, o resultado final foi com a ajuda do Photo finish, a equipe do Flamengo levou a melhor e ganhou por apenas 10 centésimos de segundo da equipe Mista A. Destaque para o atleta Umberto Custodeo Barone, do Guanabara, que participou do maior numero de provas neste primeiro dia de competição, foram cinco.



Quase cinco horas de competição com intervalos de cinco minutos entre as provas. Quem compareceu a Lagoa Rodrigo de Freitas não se decepcionou. Amanhã(19) o segundo dia de finais do Campeonato Brasileiro Máster acontece a partir das 8:30 da manhã com 41 provas no programa, na Lagoa Rodrigo de Freitas com a entrada franca.

Vem aí o Brasileiro de Remo Máster!


A Lagoa Rodrigo de Freitas, nesta sexta, sábado e domingo (19,20 e21) vai receber mais de 200 atletas de todo o Brasil para a competição com maior número de provas do ano. São 174 provas, em 100 descidas de raia, todas na distância de 1000 metros, no Campeonato Brasileiro de Máster. Vale lembrar que mais de uma categoria de idade pode estar inlcuída na mesma descida de raia com premiações distintas.



A Categoria Máster é para atletas com no mínimo 27 anos e com média de idade da equipe de cada barco a partir de 36 anos ou mais como define a regra 21 do Código Brasileiro de Remo. As categorias por idade e gênero não se aplicam ao timoneiro.

Assim como no CBI de Barcos Longos, equipes mistas de mais de um clube são permitidas. Com intervalos de seis minutos entre as provas, o Campeonato Brasileiro Máster promete agitar a Lagoa Rodrigo de Freitas e trazer muita emoção para os espectadores do evento.

No domingo (21) as provas da competição vão ser todas mistas, ou seja, todos os barcos vão ser compostos por atletas dos dois gêneros. Pela regra desta competição todas as equipes precisam ser compostas por 50% de remadores homens e 50% de remadoras mulheres.



O atleta em atividade mais experiente do mundo, de acordo com a World Rowing, Odilon Maia Martins, do Martlinelli, vai competir em duas provas. O atleta compete do single skiff (1x) categoria M, para atletas com 89 anos ou mais. O Campeão Panamericano de 1975, Gilberto Gerhardt, da Amares, também compete neste Brasileiro em cinco provas.

O Campeonato Brasileiro de Remo Máster acontece neste final de semana, a partir de sexta feira (19), na Lagoa Rodrigo de Freitas com provas a a partir das 8 horas da manhã, com entrada franca.
ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
Download this file (Programa Completo.pdf)Programa Completo de Provas

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte

APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesNutrigenikDietpro Rio CVB

FORNECEDORES OFICIAIS 

Swift Racing

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 611
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h