Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

Renê Campos: "Cansei de ser o quinto, eu quero ser medalhista!"

"Cansei de ser o quinto melhor do mundo, agora eu quero é ser medalhista", assim que Renê Campos, remador do Single Skiff PR1 da Seleção Brasileira de Remo, define sua jornada rumo a sua segunda Paralimpíada.

Renê Campos durante a disputa da prova Final nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016
Renê Campos durante a disputa da prova Final nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016

O atleta tem uma história peculiar como ele mesmo conta. "Eu sempre quis ser esportista, mas meu pai não deixou, ele dizia que eu tinha que estudar, então eu me formei em medicina. A vida me pregou uma peça e com a minha lesão medular eu tive que procurar uma esporte para me reabilitar, primeiro eu tentei a natação mas o remo, de todos os esportes, é o mais desafiador e é o mais adequado para o meu biotipo", explica Renê.

O que começou como uma atividade para ajudar na sua reabilitação física, virou paixão e não demorou muito para Renê começar a competir. A primeira prova de remo foi no Campeonato Brasileiro de 2015, onde o atleta conquistou terceiro lugar.

• Confira mais fotos de Renê Campos em nossa Galeria de Imagens »
• Conheça todos os atletas em busca de medalhas em Tóquio »

Ainda no mesmo ano, o remador foi convidado pela CBR para um Campo de Treinamento na Itália. Como resultado, Renê se classificou para sua primeira Paralimpíada, realizada no Rio de Janeiro em 2016. Desde os Jogos do Rio, o remador esteve entre os cinco melhores do mundo de sua categoria e afirma que ao longo desse ciclo paralímpico sua técnica melhorou muito e por isso ele acredita que irá conquistar uma vaga no pódio.

Com a medalha de prata no pódio da Copa do Mundo de Remo 2019
Com a medalha de prata no pódio da Copa do Mundo de Remo 2019

"Depois que eu comecei a treinar na Barra do Sauípe, onde eu tenho contato constante com a água, sinto que minha remada aprimorou bastante e hoje posso dizer que mereço bons resultados", afirma o atleta.

Rene ainda conta que o Campo de Treinamento realizado na Raia da USP, organizado pela CBR, vai ser a oportunidade perfeita para obter seu tempo oficial e ver o resultado positivo de seus treinamentos. "Vou treinar nessa reta final para os Jogos na raia da USP e me dedicar 100%, para refinar ainda mais a minha remada. Quero ir aos Jogos com a sensação de dever cumprido e que sou merecedor de colher bons frutos", conclui o remador.

Crédito das Imagens: MPIX/CPB, World Rowing

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte

APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesNutrigenikDietpro Rio CVB

FORNECEDORES OFICIAIS 

Swift Racing

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h