Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

Uma trajetória de sucesso para Josiane Lima e Michel Pessanha

O Double Skiff Misto PR2 da equipe paralímpica da Seleção Brasileira de Remo, formado por Josiane Lima e Michel Pessanha, tem uma trajetória longa de vitórias. A dupla rema junta desde 2013 e estão indo para sua segunda edição dos Jogos Paralímpicos.

Michel Pessanha e Josiane Lima durante os Jogos Olímpicos Rio 2016
Michel Pessanha e Josiane Lima durante os Jogos Olímpicos Rio 2016

Josiane Lima é a integrante da equipe paralímpica de remo com o currículo mais extenso entre todos os atletas: são quatro Paralimpíadas e uma medalha de bronze, conquistada em 2008 nos Jogos de Pequim. Depois de seis parceiros de barco, a remadora afirma que Michel Pessanha trouxe a estabilidade de volta ao Double Skiff. 

Michel Pessanha começou no remo em 2013 e no mesmo ano teve a oportunidade disputar, em seletiva, pelo seu espaço para remar o barco com Josiane Lima. O atleta, que se destacou por seu preparo físico e volume de treinamento, encontrou em Josiane a experiência e a segurança que precisava. A dupla promete que a briga será pelo pódio nos Jogos de Tóquio!



Josiane Dias de Lima

Josiane Lima no Mundial de Remo em Cambridge, na Nova Zelândia
Josiane Lima no Mundial de Remo em Cambridge, na Nova Zelândia

Filha de pescador, Josiane Lima começou a remar em 2006 e nunca mais parou! Com uma carreira vitoriosa e marcada pela única medalha brasileira em Jogos Paralímpicos e Olímpicos no remo, a atleta de Florianópolis tem a resiliência e a persistência como aliadas.

"Honrada e orgulhosa pela minha carreira e longevidade no esporte. Foram seis parceiros de barco ao longo dos anos. Com o Elton (remador com quem dividiu o barco durante os Jogos de Pequim em 2008, pude conquistar a medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos", conta Josiane. São diversas medalhas em Mundiais e Copas do Mundo, sendo a primeira medalha de ouro conquistada em 2007, na Alemanha.

• Confira mais fotos de Josiane Lima em nossa Galeria de Imagens »
• Conheça todos os atletas em busca de medalhas em Tóquio »

Com o barco classificado para os Jogos de Tóquio desde 2019, Josiane comemora a boa forma e se prepara para uma boa disputa nestas Paralimpíadas. A remadora participou das quatro edições oficiais dos Jogos Paralímpicos desde a inclusão do para-remo.

Sobre o fato de seu barco ser misto (Double Skiff Misto PR2), Josiane diz que apesar de ser um desafio manter sua condição física a altura do parceiro, dividir o barco com um atleta homem a faz mais forte mentalmente também. "Acho que os barcos mistos do paralímpico são um símbolo para a sociedade, onde homens e mulheres estão trabalhando juntos em condições de igualdade", afirma a remadora.

Josiane Lima e Elton Santana, bronze no Double Skiff Misto PR2 em Pequim 2008
Josiane Lima e Elton Santana, bronze no Double Skiff Misto PR2 em Pequim 2008

Dividindo o barco com Michel Pessanha desde 2013, Josiane afirma que o parceiro trouxe estabilidade para a equipe e acredita que o trabalho de quase 10 anos juntos é a chave do sucesso para bons resultados.

Mas nem só de vitórias e medalhas a carreira da atleta é marcada. Josiane acredita que, como remadora, ela pode trazer mais adeptos para o esporte e usar o remo como ferramenta de inclusão social e busca de igualdade de gênero entre atletas. A remadora integra a Comissão de Atletas e de ética da CBR. Consciente e politizada, Josiane acredita que o esporte é a ferramenta de mudanças que o mundo precisa.




Michel Gomes Pessanha

Michel Pessanha durante os Jogos Olímpicos Rio 2016
Michel Pessanha durante os Jogos Olímpicos Rio 2016

"A briga vai ser pelo pódio", afirma o remador do Double Skiff Misto PR2, Michel Pessanha, quando o assunto são os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Focado e treinando firme, o atleta, que começou no levantamento de peso, diz que a troca de esporte foi sua melhor escolha.

"Quando eu vi na televisão a entrevista com a Taiane Tavarez (sobrevivente do atentado de Realengo em 2011) se recuperando através do remo, eu na hora me identifiquei e achei o remo um esporte lindo! No dia seguinte, eu fui no clube e pedi para remar, depois de uma semana me chamaram e eu não parei mais. Remo desde 2013", relembra e conta Michel.

• Confira mais fotos de Michel Pessnha em nossa Galeria de Imagens »
• Acompanha a preparação dos atletas em nosso Instagram »

Para sua parceira de Double Skiff, Josiane Lima, Michel trouxe estabilidade para o barco, eles remam juntos desde 2013 e vão para a segunda Paralimpíada como dupla. Para o atleta, remar com Josiane é uma responsabilidade e um aprendizado contínuo. "Josiane sempre me passou segurança e isso fez a diferença para mim. O barco que remamos tem um histórico de vitórias e o objetivo é treinar com volume para manter o Double Skiff em destaque."

O atleta fala da viagem para os Jogos e destaca que está vacinado e pronto para Tóquio. "Remar e competir em tempos de pandemia não é fácil. Este é um aprendizado que eu vou levar comigo para sempre. A vida é um sopro", explica o remador.

Em tom de esperança, Michel fala do futuro e não pensa em aposentadoria. "Quero ser laureado do clube que remo, pois esse esporte é paixão, não quero parar de remar nunca."

Crédito das Imagens: MPIX/CPB

PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte

APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesNutrigenikDietpro Rio CVB

FORNECEDORES OFICIAIS 

Swift Racing

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 610
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h