Remo Brasil

SITE OFICIAL DA CONFEDERAÇÃO
BRASILEIRA DE REMO

Remo Nacional

CBI: Comunicado Confederação Brasileira de Remo


A Confederação Brasileira de Remo - CBR, informa que para participação nos Campeonatos Brasileiros Interclubes – CBI do ano de 2023-2024, referentes ao Ano III do Ciclo Olímpico 2023-2024, em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes – CBC, os Clubes obrigatoriamente deverão estar cadastrados na plataforma "Comitê Digital" do CBC, minimamente como Clube Aspirante, integrando-se desta forma ao Programa de Formação de Atletas do CBC, condição que prevê os benefícios de passagens aéreas citados, sem quaisquer pagamentos de mensalidades ou contribuição associativa, de acordo com as regras daquele Comitê.



Conforme divulgado pelo Oficio Circular CBC nº 002/2023, o CBC ampliou significativamente os benefícios aos Clubes Aspirantes que se integrarem ao Programa de Formação de Atletas até 31/03/2023:

a) O Clube Aspirante terá direito a até 100% das passagens aéreas para os atletas e membros de Comissão Técnica participarem de 1 (um) CBI® apoiado pelo CBC, de categoria principal (já definida em Plano de Trabalho especifico pactuado pelo CBC com a Confederação), no ano calendário 2023/2024, no gênero masculino ou feminino, respeitado o limite base previsto no Plano de Trabalho pactuado com a Confederação e as exigências regulamentares do CBI®;

b) Caso o Clube Aspirante opte por participar de outro CBI que componha o calendário 2023/2024, terá direito a 04 (quatro) passagens aéreas, sendo 3 (três) atletas e 1 (um) técnico ou 4 (quatro) atletas, para participação em 1 (um) CBI® apoiado pelo CBC que não seja da categoria principal prevista no item 1 acima, no gênero masculino ou feminino;

c) O Clube Aspirante terá direito a 2 (duas) vagas para o Fórum Nacional de Formação Esportiva, com 2 (duas) passagens aéreas, alimentação e hospedagem para participação no evento;

d) O Clube Aspirante terá direito a 1 (uma) vaga totalmente gratuita em um dos Cursos de Extensão da UNICAMP, realizados em parceria com o CBC.

A plataforma de cadastro está disponível AQUI! 

O Comitê Brasileiro de Clubes disponibiliza os contatos abaixo para dúvidas e esclarecimentos que se façam necessários por meio dos seguintes contatos: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e (19) 3514-6840; O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e (19) 3514-6870.

Beatriz Tavares é o destaque do Remo no Prêmio Brasil Olímpico deste ano


Prêmio Brasil Olímpico, oferecido pelo COB , elege os melhores atletas de cada modalidade esportiva no ano de 2022. No Remo, a nossa representante e destaque do ano foi a atleta do Botofogo, vice campeã na última edição dos Jogos da Odesur e multi campeã brasileira em 2022, Beatriz Cunha. A cerimônia de entrega da premiação será realizada no dia dois de fevereiro no Rio de Janeiro.



Veja aqui a entrevista de Beatriz Tavares para o Remo Brasil!

Organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil desde 1999, o Prêmio Brasil Olímpico chega a sua 23ª edição após um ano no qual os atletas do Time Brasil brilharam em diversas competições ao redor do mundo. A festa é considerada o Oscar do esporte brasileiro, com os melhores atletas do país concorrendo a vários prêmios e sendo homenageados pela performance do ano.



Já no Premio Paralímpicos, deste ano, promovido e oferecido pelo CPB os vencedores de cada modalidade esportiva vão ser divulgados para o público durante cerimônia de premiação realizada entre os dias 8 e 9 de fevereiro na cidade de São Paulo. O evento será transmitido pelo canal do Comitê no Youtube.

Imagens: Wander Roberto/COB
  

NEBAR: Comece bem o ano e a temporada!!!


A Nutricionista Andreia Bauermann do Nebar, Núcleo de Alto Rendimento de Remo da CBR, traz dicas importantes para os remadores que querem começar bem a temporada e o ano de 2023!
 
 

ALIMENTAÇÃO

A nutrição é um cuidado importante para a saúde e um dos pilares para o bom desempenho no esporte, por isso, não deixe de cuidar do que você come no dia a dia e nos finais de semana. Faça boas escolhas, prefira alimentos nutritivos, integrais, pouco processados (desembale menos e descasque mais!). Atente ao modo como você tem feito as refeições e de prioridade para que esse momento seja sem distrações - em um lugar agradável, limpo, sem televisão ou uso do celular.

SONO

Para dormir bem, veja como pequenos ajustes podem te ajudar: estabeleça horários para dormir e acordar, o sono deve ser uma prioridade no dia a dia – e nos finais de semana – mantenha a rotina, se necessário faça um pequeno cochilo ao longo do dia. O ambiente que você dorme, o quarto precisa ser adequado para a promoção do sono, pouca ou nenhuma iluminação (esconda inclusive aquela luz pequena da televisão, por exemplo), desligar os aparelhos que possam causar ruídos e ajustar a temperatura de forma agradável. Antes de se deitar, procure antecipar e impedir situações que possam atrapalhar seu descanso, converse com quem mora com você para diminuir os ruídos após certo horário e se for preciso, use tampões de ouvido. Evite o uso de dispositivos eletrônicos antes de dormir, como celular, tablet, televisão e computador, que podem interferir no sono, estimulando o cérebro a ficar desperto.

Veja também: A palestra da Nutricionista Andreia Bauermann no Remo Talks!

DEFINA SEU OBJETIVO

Mudar a rotina e os hábitos aos poucos é o segredo para o sucesso. “Ano novo, vida nova”, não funciona se exige mudanças da noite para o dia, tentando começar a fazer tudo ao mesmo tempo. Resultado? Passado alguns dias e algumas falhas diárias, acabamos desistindo. Portanto, este ano, estabeleça metas, faça escolhas e decida começar a mudar o que for mais urgente - um passo de cada vez!


ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
Download this file (COMECE BEM 2023 JAN_1_2023.pdf)Nebar - Comece o ano bem!

Fase e Síndrome de Destreinamento: Saiba mais!


As férias e festas de final de ano chegando, atletas de Alto Rendimento podem sofrer nesse período a Síndrome do Destrainamento. Muito mais comum no passado, esta condição acorre com menos frequência nos dias atuais. Mas o médico do esporte e presidente da Comissão Mundial de Medicina do Esporte de Remo, Dr. Juergen Steinacker, em entevista para o World Rowing, explica que independente disso , todo o atleta tem que passar por uma fase de destreinamento, seja ela em preparação para as férias necessárias para o descanso e recuperação do corpo do atleta, como para os remadores que pensam em se aposentar.



Atletas de elite e aqueles ao seu redor costumam falar sobre a necessidade de destreinar durante o tempo de folga do esporte ou no momento da aposentadoria. Mas o que exatamente é destreinamento e como os atletas devem abordá-lo? Steinacker diz que a necessidade de programas de treinamento rígidos durante as férias ou aposentadoria provavelmente é desnecessária. Mas isso não significa que os atletas devam parar de treinar todos juntos.

“É sensato que os atletas não se afastem da atividade física todos juntos. Durante as férias, faça atividades divertidas como caminhadas ”, diz Steinacker. “Não há problema em diminuir a atividade para cerca de 30% da carga de treinamento anterior, mas não menos que isso.”

Quando os atletas se aposentam, eles devem buscar 30% da carga de treinamento anterior no primeiro ano e depois reduzir lentamente depois disso. Steinacker admite que mesmo 30% pode ser difícil de manter quando os atletas começam novos empregos, têm filhos e geralmente se ocupam com a vida depois de remar. “Não há grande risco imediato para o coração dos atletas”, continua. “O maior risco durante a aposentadoria é comer demais, o que eventualmente pode levar a problemas para o coração.”

Steinacker diz que os atletas devem se ajustar ao novo gasto calórico e ter o cuidado de modificar seus hábitos alimentares de acordo, durante o período de férias ou aposentadoria. Ele também diz que os atletas devem ser monitorados em seu primeiro ano após a aposentadoria.

“Eu realmente acredito que os atletas devem ser examinados por um médico , sempre que possível, um ano após a aposentadoria. Podemos olhar para os fatores de risco, como pressão arterial, ganho de peso, etc. Isso ajudaria a facilitar a transição dos atletas e trabalhar para uma saúde melhor no futuro”, diz ele.



Síndrome: De acordo com Steinacker, a “síndrome do destreinamento” original se tornou um problema nas décadas de 1960 e 1970. “Naquela época os atletas treinavam com intervalos de alta intensidade”, explica. “Os treinos típicos eram 8x560m, ou 10x500m, coisas assim. Isso deixou os atletas muito estimulados”, diz Steinacker.

Os atletas que se aposentavam após esse tipo de treinamento passavam de um estado tão estimulado para não estimulado que experimentavam a "síndrome do destreinamento". Eles tinham problemas de sono e uma frequência cardíaca elevada à noite. Mas Steinacker diz que isso não é mais muito comum.

“Nós realmente não vemos isso agora”, diz ele. “Os remadores fazem muito mais treinamento de resistência, como remadas de 20 a 30 km, o que não leva à mesma superestimulação.”

A principal mensagem de Steinacker é tentar encontrar um equilíbrio saudável durante as pausas ou aposentadoria do esporte de elite. A atividade física ainda é importante e construir um bom hábito de exercício ajudará os atletas de elite a serem mais saudáveis após a carreira. Se o atleta sentir qualquer um dos sintomas mencionados a cima durante o período de férias ou aposentadoria, o mesmo deve procurar ajuda profissional de um médico imediatamente.

Rio Grande do Norte leva a Taça A Tarde, na edição número 54 da Copa Norte Nordeste


O Rio Grande do Norte, representado pela Federação Norte-Riograndense de Remo (FNR), foi o estado campeão da Copa Norte Nordeste 2022. De acordo com o regulamento do evento, o estado com mais vitórias conquista a taça A Tarde. Nesta temporada, os anfitriões da competição levaram a melhor, com a FNR levantando o troféu.



Foram doze provas com direito a viradas nos últimos 500 metros de prova e chegadas que deram trabalho para a equipe de arbitragem. Depois de dois anos a Copa Norte Nordeste volta ao calendário do remo nacional prometendo mais emoções para o ano de 2023. Destaque para o E.C. Vitória, da Bahia, clube que conquistou o maior número de primeiros lugares por equipe e ganhou a regata, sendo o clube  campeão da Copa Norte Nordeste. 

A Competição mais antiga do remo brasileiro, a primera edição do evento foi realizada antes da fundação da própria CBR, tem a Taça A Tarde disputada desde de 1961 e sua réplica é dada ao Estado campeão da Copa Norte Nordeste de forma transitória. O troféu original, por motivos de segurança, fica no Banco do Gorverno do Estado da Bahia pois é feito de ouro maciço.



A Copa Norte Nordeste de Remo foi criada pela Federação dos Clubes de Regatas da Bahia e o Jornal A Tarde, com o apoio da Comunidade Espanhola de Salvador. Desde então, os estados representados por seus clubes, vem a cada ano disputando a competição que tráz rivalidades históricas. Para os clubes do Norte Nordeste, o evento é muito mais que um programa de provas.

O evento é a competição mais importante para muitos dos remadores das duas regiões do país, pois foi nela que a paixão pelo esporte foi passada de geração em geração em famílias e nas garagens dos clubes. Representando a tradição do esporte no norte e nordeste brasileiro.
ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
Download this file (CNN resultados.pdf)Resultados Copa Norte Nordeste 2022

Copa Norte Nordeste de Remo volta após dois anos de intervalo


A Copa Norte Nordeste de Remo volta ao calendário do remo nacional! Esta é a primeira edição da competição com igualdade de gênero no programa . Serão doze provas disputadas na raia do Rio Potengy em Natal, capital do Rio Grande do Norte, entre os dias 25 e 27 de novembro. Esta é a edição número 54 do evento, que acontece com apoio da FNR e é realizado pela CBR.



A Copa Norte Nordeste é uma das competições mais tradicionais do remo brasileiro criada em 1961 e realizada pela primeira vez em Salvador, na península itapagipana, na Raia do Porto dos Tainheiros. A Copa Norte surgiu de um sonho, juntamente com a Federação do Clubes de Regatas da Bahia, e seus clubes, os Jornalistas Genésio Ramos, Luiz Eugênio Tarquínio e Adroaldo Ribeiro Costa do Jornal A tarde, criaram esta competição para motivar a os atletas de remo e o público , trazendo algo inovador para o esporte que até então era o preferido dos torcedores baianos.

Inspirados na primeira conquista da Seleção Brasileira de Futebol, que tráz para casa a Taça de Ouro Jules Rimet em 1958, a FCRB e os jornalistas sonharam com a possibilidade de conseguir um troféu também de ouro para ser disputado no remo. Foi então, que outro jornalista, Manuel Pinheiro Cal, lembrou a possibilidade de conseguir o troféu junto a Comunidade Espanhola na Bahia. Os dirigentes da colônia aceitaram a idéia e mandaram confeccionar um troféu de ouro maciço, pesando 960 gramas.



Por motivos de segurança, a Taça sempre ficou no cofre no Banco do Governo do Estado da Bahia e a cada ano o vencedor geral da Copa Norte levava para casa uma réplica do Troféu que leva o nome do Jornal A Tarde. Seis equipes participaram da primeira Copa Norte: Bahia, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe e Amazonas. Em 1972, a Confederação Brasileira de Desportos e o Conselho Nacional de Desportos reconheceu a competição como oficial e integrou a Copa Norte ao calendário do remo brasileiro.



Em 1978, outros dois estados brasileiros integraram a Copa Norte que passou então a se chamar Copa Norte Nordeste de Remo, Espírito Santo e Brasília competiram pela primeira vez como convidados. No ano seguinte, a Federação Amadorística de Remo do Espírito Santo iria ser a anfitriã do evento , realizando a competição na capital Vitória. Brasília sediaria o evento pela primeira vez, anos mais tarde, em 1985.



A Copa Norte Nordeste de Remo volta a ser realizada pela CBR após a pandemia, uma das mais tradicionais do calendário brasileiro e uma das mais disputadas com direito a brigas acirradíssimas de rivalidades históricas , o evento sempre promete muita emoção , alegrias e muito público. 

Imagens: Acervo FCRB e internet
    




PATROCINADORES

Secretaria Especial do Esporte - Ministério da CidadaniaLei de Incentivo ao Esporte

APOIADORES DO REMO BRASILEIRO

Comitê Brasileiro de ClubesNutrigenikDietpro Rio CVB

FORNECEDORES OFICIAIS 

Swift Racing

CONFEDERAÇÃO FILIADA

Comitê Olímpico do BrasilComitê Paralímpico BrasileiroWorld Rowing Autoridade Brasileira de Controle de DopagemComitê Brasileiro de Clubes

Redes Sociais

Facebook - Confederação Brasileira de RemoConfederação Brasileira de Remo - InstagramConfederação Brasileira de Remo - TwitterYou TubeIssuu - Confederação Brasileira de RemoLinkedIn

Conf. Brasileira de Remo

SEDE RIO DE JANEIRO
Avenida Graça Aranha, 145, Sala 709
Centro, Rio de Janeiro, RJ – 20030-003
Telefone: (21) 2294-3342
Telefone: (21) 2294-0225
Celular: (21) 99198-2986  WhatsApp
Segunda a sexta, das 9h às 18h

ESCRITÓRIO FLORIANÓPOLIS
Rua Patrício Farias, 55, Sala 611
Itacorubi – Florianópolis, SC
CEP 88034-132
Telefone: (48) 3206-9128
Celular: (21) 99118-4620
Segunda a sexta, das 9h às 18h